Ícone da categoria História de um amigo secreto

Por Duda Lima

15/Nov/2009

Sempre é o mesmo processo quando o final do ano se aproxima. Várias festas de comemoração nas empresas, descontos nas lojas, décimo terceiro saindo… Claro que não podia faltar, nessa lista, o clássico amigo secreto. Isso mesmo, o amigo secreto! Acontece que, André, 25 anos, diretor de atendimento de uma empresa conhecida no mercado, entrou em uma fria. No ano passado, ficou combinado que na festa de final de ano da empresa haveria antes dos comes e bebes um amigo secreto entre todos os funcionários da empresa. Na hora do sorteio, veio escrito no papel de André: FÁBIO. Ao ler o nome, ele ficou em dúvida se se tratava do Fábio estagiário ou do Fábio chefe. Ele pensou: deve ser o estagiário, duvido muito que um chefe queira participar dessas coisas. Por ser conhecido como o “mão de vaca” da empresa, Fábio estagiário se aproximou de André e falou: – Não decepciona, ok? Um presente incrível! Nesse momento, ele percebeu  que de alguma forma Fábio (estagiário) tinha visto o papel sorteado e, pelo menos, teve a certeza de que ele havia pensado corretamente. André resolveu sacanear o colega de trabalho, comprou uma lingerie com plumas e colocou em uma caixa de presente. No dia da comemoração, André estava ansioso para entregar a “lembrança” e ver a reação de todos. No entanto, a reação dele que foi o grande comentário da noite… Um outro cara tinha sorteado o Fábio estagiário e ao perceber que ele tinha tirado o Fábio chefe – e que lingerie seria um presente para o cara que podia demiti-lo – ele simulou um desmaio, a festa foi interrompida, ele foi levado ao hospital e acabou se safando de uma possível demissão.

Moral: Antes de qualquer coisa, certifique-se que nome sorteado no amigo secreto é da pessoa que você pensa que é; e, claro, NUNCA compre uma lingerie para sacanear um colega, porque essa velha sacanagem já está totalmente sem graça.

Comente Publieditorial